SEGUINDO O DRESS CODE

Recentemente, fui a um evento mega badalado com uma amiga, e fiquei assustado com alguns convidados, que não devem ter lido o convite, não sabem identificar o “dress code”, ou pior, não sabem se vestir.

Por conta dessa dissonância, acabei pensando em como ajudar algumas pessoas, que comparecem a eventos de qualquer porte e não se vestem adequadamente. Quando somos convidados por alguém, para qualquer tipo de evento, seja uma festa de gala, um batizado ou até uma reunião em casa,  devemos nos vestir adequadamente, seja pelo convidado ou por nós mesmo. Não exagere na produção, mas também não vá vestido de qualquer forma. Se ficar na dúvida, ligue e pergunte como será a festa ou que tipo de roupa deva usar.

Por isso, em alguns eventos sociais, o convite informa qual o “dress code”, que é uma expressão usual nos Estados Unidos, que significa “código de traje”.

Lá, as pessoas seguem as regras e muitos não se rebelam. Afinal, “dress code” é lei e ponto. Aqui abaixo dos trópicos, algumas pessoas não seguem o tipo de informação de traje para cada ocasião e erra o tom com uma roupa altamente equivocada, o que faz destoar de todos os convidados.

A moda atualmente é democrática e permite que as pessoas se vistam de acordo com o seu estilo e bom gosto. Ok, sempre tem um ou outro que não tem nenhum deles, mas mesmo assim, se acha e acaba destoando na recepção.

Quando recebemos o convite para um evento, devemos prestar atenção à indicação de traje que pode ser esporte, passeio, social ou rigor. Adoro trajes a rigor. As mulheres sempre ficam mais elegantes, ousam nas cores e tecidos, esbanjam jóias, capricham na maquiagem e nos cabelos. Já os homens, deveriam saber que não existe roupa, mais perfeita e elegante do que um Black-Tie.

O Traje Esporte é sempre usado em almoços, exposições, churrascos, batizados e festas infantis, por serem informais. As mulheres podem optar por peças avulsas, terninhos esportivos, vestidos de alcinhas e calça capri. Já os homens, devem usar calça de brim, jeans, camisas esportivas ou suéteres. Jamais bermudão com chinelo e camisa de futebol ou camiseta sem manga. Nunca aquela famigerada camisa de carnaval, conhecida por “abadá”.

Traje Passeio ou Esporte Fino é muito usado em almoços, vernissages e teatro, pois o clima pede formalidade. Apostem em calças mais caprichadas, vestidos, sandálias de salto e bolsa média. Para os homens, se o evento for antes das 18h, tons claros com blazer são os mais indicados e combinam com mocassins pretos ou marrons. Nada de jeans, por favor.

Passeio Completo ou Social dão à formalidade do clima. É hora de festa fina. Vestidos curtos com decotes, fendas e transparências, combinadas com sandálias de salto alto, xales, jóias vistosas e maquiagem mais nítida. Nada de roupa de quem acabou de sair do trabalho. É hora de glamour e tecidos nobres. Para os homens, terno escuro com camisa social, gravata e sapato social preto. Nunca um terno ou acessórios em marrom.

Traje Black-Tie ou Rigor é indicado para bailes, grandes premiações e noite de gala. O clima é de requinte e sofisticação. Hora de vestidos longos, transparências, brilhos, peles, bordados preciosos e jóias muito especiais. Nada de “pretinho básico”. Os homens podem substituir a camisa branca por preta e até dispensar a gravata borboleta para usar o smoking. Nos pés, os lisos de verniz ou pretos de amarrar.  

No mais, capriche na produção, esbanje classe, bom gosto e aproveite a festa.

 Por Leandro Amóra do Lago

 

Anúncios