Homens, também usam bolsas.

O homem metropolitano e contemporâneo vem ganhando espaço na moda e usando cada vez mais, roupas e acessórios úteis em seu cotidiano. Nos grandes centros urbanos, é comum observar homens usando bolsas masculinas. Porém essa tendência é mais forte nos europeus. Ah, os europeus! Sempre mais antenados e ousados. Tudo questão cultural. Bem, as bolsas masculinas viraram um item essencial no vestuário do mundo inteiro. Com tamanhos, modelos e materiais diferentes, elas vieram para ficar!

Já sei! Você acha que a bolsa, não é um acessório viril? Bem, se você acha que homem que é homem, não usa bolsa, é hora de rever seus conceitos. A sua velha e surrada mochila, está com os dias contados.  Não, não é para deixarem de usá-las ou jogá-las fora. Longe disso! Apenas, adotar uma imagem de homem mais elegante e estiloso. As bolsas já começaram a fazer parte do mundo masculino, sem distinção de idade ou profissão. Nem só os que vivem no mundo da moda ou é uma “celebrity”, estão adotando essa peça no seu dia-a-dia. Será uma quebra de paradigmas?

Esse recipiente de couro, plástico, pano, que geralmente têm sua boca fechada com zíperes ou botões, e três alças, que podem ser carregadas nas mãos ou à tiracolo, foi desastrosa nos anos 1980 e 1990. Lembra da famigerada pochete? Mas o mundo mudou, e hoje vivemos numa época em que o homem carrega quase tantas coisas, como as mulheres. Pare, pense e dê uma olhada na sua, agora! Hoje você sai para o trabalho e leva o notebook ou ipad, ipod, chaves do carro, chaves de casa, carteira de dinheiro, porta cartões, óculos de sol e grau, carregadores, celulares, protetor solar, fora aquela papelada… E à noite? Você sempre fica com as mãos e bolsos cheios, e acaba pedindo a namorada, para colocar na bolsa dela. Não há nada mais feio, desconfortável e deselegante do que bolsos estufados! Isso depõe contra sua elegância.

Muitos homens ainda teimam em usar mochilas nas costas. Ok, elas nos trazem recordações da adolescência, de viagens escolares ou de fins de semana. Síndrome de Peter Pan? Mas, ela começou a cair em desuso, e não fica bem com todos os estilos de profissões e muito menos com as roupas que precisamos combinar com elas. Um terno não combina com uma mochila “track”. Assim como uma pasta executiva de couro e croco, não combina com um homem esportivo. A bolsa tem que combinar com o estilo do traje.

Eu sei, você deve está se perguntando se mochila também não é uma bolsa. É sim, mas não o único tipo usado pelo público masculino. Uma boa bolsa pode ajudá-los a passar uma imagem mais bem-sucedida e tira a casualidade da mochila, que nem sempre cabe em algumas ocasiões.  A bolsa carteiro é uma boa opção para os homens que ainda não querem se arriscar nesse acessório super estiloso.

Até pouco tempo inexistente no guarda-roupa masculino, as “bags for men”, viraram febre. As grandes marcas internacionais e nacionais perceberam a nova necessidade crescente e começaram a inundar o mercado com mais opções de bolsas para os homens escolherem. Com algumas marcas apostando forte nesse segmento de bolsa, podem acreditar: elas vão estar cada vez mais presentes entre os homens! Por favor, nada de bolsa “genérica”, ok? Mas vale uma bolsa estilosa e barata, do que uma “fake”, que alguns sabem diferenciar.

A bolsa carteiro é o modelo mais usado e por isso, encontrada mais facilmente nas lojas. Por ser uma peça versátil, ela combina com jeans, tênis e camiseta, se for feita em lona, nylon e camurça. As de couro legítimo e napa, já ficam mais alinhadas quando usadas com blazer, terno e gravata, mas é preciso atentar-se ao cruzá-las em diagonal com o corpo: pelo menos um botão do blazer deve estar fechado, evitando que comprometa o alinhamento da roupa.

O modelo de mão é o mais moderno e visto nos desfiles.  Acredito que ficará até o próximo ciclo de evolução. Há variações para a academia, para o trabalho; com compartilhamento para o notebook, as weekend; para viagens curtas, e as de passeio. A bolsa deve estar coordenada com a roupa: no mesmo estilo. Nada de combinar bolsa com sapato e cinto. Nunquinha! Nem as mulheres fazem isso. Se quiser ousar, use-as no tom dos acessórios, mas evite escolher a cor exatamente igual, pois acaba ficando careta demais. Outra coisa, os mais baixinhos, não devem em hipótese nenhuma usar uma maxibag.

As bolsas masculinas, apesar de terem a mesma forma das femininas, têm diferenças. Elas também possuem menos detalhes que as bolsas femininas.  Então, por favor, não pegue de maneira nenhuma uma bolsa da sua mãe, irmã ou namorada e saia por aí. Não consigo visualizar um homem usando uma “Birkin” da Hermès.

Se você souber ousar, vale sair dos tons marrom, bege, preto e usar uma colorida, estampada ou xadrez, sem errar. Elas caem perfeitamente com roupas de cores básicas ou em uma do mesmo tom da bolsa.

A variedade de modelos e materiais é grande, então a melhor maneira de não errar na escolha é optar por aquela que supra as suas necessidades de acordo com o seu estilo, sem esquecer o design, é claro. Devemos levar em conta a praticidade e comodidade. Pense onde irá usá-la e qual o propósito, a partir disso escolha o tamanho ideal. Opte por materiais resistentes e à prova d’água. Na hora de carregar a bolsa vale tudo, apoiá-la no ombro, atravessá-la ao longo do corpo lateralmente ou atrás, experimente e opte pelo modo que ficar mais confortável para você.

 É preciso reconhecer que os homens e a moda estão se modernizando, e isso não quer dizer que você deve usar tudo o que é tendência, entendeu?

Anúncios